Header image

Raízes Alemãs no Espírito Santo

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 14 de agosto de 2016 Marcadores:

O livro "Raízes da Imigração Alemã: história e cultura alemã no Estado do Espírito Santo", de Helmar Rölke, será lançado pelo Arquivo Público do Estado (APEES), nesta terça-feira (30), no Palácio Anchieta, às 19h, fechando a programação “Agosto da Cultura”, da Secult. A publicação faz parte da linha editorial Coleção Canaã do APEES, volume 23. A obra traz o resgate da memória da imigração alemã em terras capixabas e referências para o entendimento da cultura dos germânicos que colonizaram o Estado, especialmente os pomeranos, que formam o maior grupo entre os imigrantes das diversas províncias do antigo Império Alemão que entraram no Espírito Santo.

Helmar Rölke explica que o seu objetivo foi permitir aos descendentes o acesso às informações sobre suas famílias e fornecer dados para subsidiar novas pesquisas e estudos. Para isso, aborda questões centrais das histórias alemã, brasileira e do Espírito Santo - situando o leitor sobre as realidades da "pátria expulsora" e o país receptor dos imigrantes - e o papel da Igreja Luterana nos percursos da imigração, buscando aspectos antropológicos, históricos e teológicos que moldaram os capixabas de origem alemã. 

O diretor geral do Apees, Cilmar Franceschetto, prefaciador da obra, destaca que o convívio diário do autor, enquanto pastor luterano, com filhos, netos e bisnetos dos imigrantes alemães, e a experiência herdada dos seus antepassados, principalmente do seu pai, o imigrante Hermann Rölke, garantem a Helmar um vasto grau de conhecimento sobre o tema. "Seu domínio da língua, tanto da pomerana quanto da alemã, o coloca como intelectual privilegiado para a realização desse estudo, tendo em conta as possibilidades da compreensão dos relatos da tradição oral, bem como da oportunidade de consultar uma vasta bibliografia em língua alemã, ainda inédita em nosso vernáculo", afirma.

Cilmar ressalta ainda que a preocupação do autor vai além dos adventos históricos, promovendo uma aproximação com o cotidiano da época e perpassando a esfera afetiva. "Os relatos legados pelos imigrantes em cartas enviadas aos parentes na Alemanha ou depoimentos da época, a exemplo dos escritos dos colonos Joachim Holz, Friedrich August Höhne e de Martha Zumach, que chegaram ao Espírito Santo em 1858, 1867 e 1872, respectivamente, são preciosidades documentais transcritas neste livro, testemunhos de acontecimentos pormenorizados, de riqueza histórica e de elevado grau sentimental, que dão voz aos verdadeiros protagonistas da imigração. Estes são alguns exemplos de um grande número de relatos, escritos pelos camponeses imigrantes ou aqueles gravados nas entrevistas com os descendentes, que nos são revelados nesta obra como memória para a reconstituição da história da imigração alemã no Espírito Santo".

Para o Secretário de Estado da Cultura, João Gualberto Moreira Vasconcelos, pode-se considerar que o livro empreende uma “travessia” pela compreensão que oferece sobre os fenômenos da vida social, as rupturas e a capacidade de transformar o entendimento referente ao assunto. “Foi o que aconteceu comigo depois da leitura da extraordinária obra. Helmar traça uma magnífica trajetória da imigração alemã em nosso estado. Um trabalho de grande fôlego e de enorme estatura em seu campo. Segundo nos disse o autor, foram gastos 40 anos de pesquisas. O leitor não duvida deste dispêndio de tempo, tão pormenorizadas são as informações e tão criteriosas são as análises”. 

Helmar Rolke

Helmar Reinhard Ro¨lke nasceu em 05 de novembro de 1946, em Santa Maria de Jetibá, no Espírito Santo. Graduou-se em Teologia, com Po´s-Graduac¸a~o em Ética, Cidadania e Subjetividade no Instituto Ecumênico de Po´s-Graduac¸a~o em Teologia (IEPG) pelas Faculdades EST. Entre 1994 e 1996 integrou o Conselho Curador da EST. Em 1998, assumiu o cargo de Pastor Sinodal do Sínodo Espírito Santo a Belém, período em que exerceu a presidência regional do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) e do Conselho de Ensino Religioso no Espírito Santo (CONERES).

0 comentários:

Postar um comentário