Header image

Alemanha é o Melhor País

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 10 de janeiro de 2016 Marcadores: ,

Apresentado no Fórum Econômico Mundial, em Davos, estudo tenta espelhar como nações são percebidas em todo o mundo e consultou 16 mil pessoas. Brasil é o primeiro colocado no ranking Aventura.

A Alemanha é considerada o melhor país do mundo, segundo um ranking elaborado pela revista americana U.S. News & World Report, pela consultoria BAV Consulting e pela Wharton School, a faculdade de economia da Universidade da Pensilvânia.

O novo ranking tenta espelhar como as nações são percebidas em todo o mundo e foi apresentado nesta quarta-feira (20/01) em Davos, durante o Fórum Econômico Mundial. Canadá e Reino Unido ocupam a segunda e a terceira posições, seguidos de Estados Unidos e Suécia.

São, na verdade, 24 rankings, sendo que a Alemanha lidera o ranking geral. Os rankings avaliam 60 nações em 24 categorias e levam em conta 65 atributos que podem ser associados a um país, como sustentabilidade, influência econômica, qualidade de vida, respeito aos direitos humanos e qualidade da comida, entre vários outros.

O Brasil é o primeiro colocado no ranking Aventura, que reúne os países que uma pessoa deveria conhecer para satisfazer seu prazer de viajar, e o sexto no ranking de influência cultural. As piores colocações do Brasil foram nos rankings de transparência (48º colocado) e qualidade de vida (43º colocado).

Por outro lado, a Suíça é o país mais feliz do mundo. País centro-europeu desbancou a Dinamarca, que havia vencido na edição anterior do Relatório Mundial da Felicidade. Estudo busca influenciar políticas governamentais. Brasil é o mais feliz da América do Sul. Nem só de praia, sol e carnaval vive a felicidade. Ao que parece, ela está mais voltada para as montanhas, os chocolates, os queijos e os relógios pontuais. Na terceira edição do Relatório Mundial da Felicidade de 2015, quem aparece na liderança como país mais feliz do mundo é a Suíça, seguida por Islândia, Dinamarca, Noruega e Canadá.

Finlândia, Holanda, Suécia, Nova Zelândia e Austrália completam o top 10. O Brasil é o 16º da lista — o mais feliz da América do Sul —, atrás dos Estados Unidos (15º), mas à frente da Alemanha (26º) e da Inglaterra (21º), entre 160 países. Entre os 20 menos felizes constam países asiáticos e africanos, alguns dos mais pobres do planeta. A República Democrática do Congo aparece como o mais infeliz de todos os pesquisados. O ranking é baseado em diversos fatores, como o Produto Interno Bruto (PIB) per capita, expectativa de vida saudável, sistema de ajuda social e percepção de corrupção ou a ausência dela no governo.

Jeffrey Sachs, da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, comandou a pesquisa em nome da Organização das Nações Unidas (ONU) e destacou que os 13 primeiros países da lista são os mesmos da amostragem anterior, apenas com mudanças na posição. Para ele, a fórmula vencedora dessas nações é a relativa riqueza combinada com um forte sistema social e governos responsáveis. "Países abaixo desse grupo de elite estão aquém tanto nas questões econômicas quanto no suporte social", declarou Sachs, que espera que os governantes de todo o mundo leiam o relatório com a devida atenção. "Falando abertamente, queremos que [o relatório] tenha um impacto nas deliberações a respeito do desenvolvimento sustentável, porque acreditamos que isso realmente importa", disse.

0 comentários:

Postar um comentário