Header image

O Retorno

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado segunda-feira, 5 de outubro de 2015 Marcadores: ,

Depois de protagonizar peça teatral e Filme inspirados na vida do pintor americano Basquiat, e participar do elenco de “Der 8. Kontinent“, produção alemã dirigida por Serdar Dogan, o ator brasileiro radicado na Alemanha, Alex Mello, será o principal protagonista do longa “Retorno”, produção alemã dirigida pelos cineastas Jörg Kobel e René Harder. As filmagens estão sendo finalizadas e o lançamento deverá acontecer ainda este ano.

O filme baseado em fatos reais, é inspirado no livro "Nur die Edelsteine Kommen aus Brasilien" ("Somente as Pedras preciosas vêm do Brasil”, na tradução livre do alemão para o português) da jornalista Adriana Nunes. No livro, a autora traça o perfil de 31 brasileiros, que optaram por viver na Alemanha por motivos diversos. No elenco, atores de diversas nacionalidades, inclusive do Brasil, destacando-se as participações especiais de Solange Couto e do ator J.P. Rufino, eleito melhor ator mirim no Prêmio "Melhores do Ano", da Rede Globo. Os personagens se interligam na saga do protagonista vivido por Mello. O longa será falado em alemão com uma inserção inicial em português e  terá como cenários a Alemanha e o Brasil. A cidade escolhida para as filmagens será o Rio de Janeiro. Os diretores querem mostrar a cidade por outra ótica - "menos folclórica e mais bucólica", segundo Mello.

O filme conta a história de  Maurício, professor de teatro para crianças que sonha com uma carreira de ator, mas se depara com inúmeras dificuldades. Com a perda do pai, um alcóolatra interpretado pelo veterano ator José de Araújo, que celebra 40 anos de carreira, um segredo sobre sua origem é revelado. Ele herda a  missão de entregar pessoalmente a um tio até então desconhecido na Alemanha, uma carta com a inscrição “Retorno” envelope, sinal de que já havia sido enviada, mas que, por algum motivo, retornara ao remetente. Com a intenção de cumprir o último desejo do pai, Maurício  segue para Alemanha. Na aventura se depara com a realidade de ser estrangeiro em um país desconhecido. Questionamentos raciais, sociais, culturais e de  integração  marcam sua trajetória no novo país.

Como brasileiro “exótico” algumas armadilhas cruzam seu caminho, e uma batalha pela sobrevivência é travada. Em um recorte em que outros estrangeiros participam, o jovem brasileiro se depara com uma russa, com quem  se envolve afetivamente e vive uma relação um tanto quanto delicada. Um jogo de gato e rato à procura pelo tio é travada e neste  contexto surge o fotógrafo  alemão Lars, com quem Maurício já havia feito contato no Brasil e o reencontro surge como uma porta para descobertas em sua vida. Questões sentimentais e  pessoais  ganham contornos neste labirinto. Finalmente Maurício encontra o tio e descobre a verdade a respeito de sua mãe, uma alemã que ele nunca conheceu, e lhe é revelado que seu verdadeiro  pai não é o homem que o criou com  tanto afeto e carinho por tantos anos no Rio de Janeiro.

(Fonte: Afropress)

0 comentários:

Postar um comentário