Header image

Idioma Alemão Cresce

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 25 de outubro de 2015 Marcadores: , ,

Apesar de o alemão ser considerado um idioma difícil por alunos e alunas de todo o mundo, pela primeira vez em 15 anos, o número de pessoas que estudam a língua aumentou. É o que mostra um levantamento divulgado nesta terça-feira (21/04), realizado pela Agência Central para as Escolas de Alemão no Exterior, pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) e pelo Instituto Goethe.

Depois de ter caído de 20,1 milhões no ano 2000 para 16,7 milhões em 2005 e 14,7 milhões em 2010, o número de alunos de alemão no mundo aumentou para 15,4 milhões em 2015.

O incremento do interesse pelo idioma foi especialmente significativo na Ásia e na América Latina. Na Índia, o número de alunos de alemão cresceu mais de 400% nos últimos cinco anos, e na China, mais de 100%. No Brasil, o número de estudantes do idioma aumentou 30%, checando a 135 mil. No entanto, essas altas taxas de crescimento também se explicam por números iniciais relativamente baixos.

Desde o último levantamento, realizado há cinco anos, o número de entusiastas do idioma também aumentou na África e no Oriente Médio. No entanto, nessas duas regiões, a quantidade de estudantes de alemão ainda é muito pequena em relação ao resto do mundo, correspondendo a somente 7,5% do total global de alunos.

Na maioria das vezes, a razão para o aumento do interesse pela língua germânica tem a ver com o aspecto econômico. A Alemanha é considerada um parceiro comercial confiável e um local atraente para estudar. Ao aprender alemão, muitos esperam posicionar-se melhor no mercado de trabalho.

 O continente europeu continua concentrando a maioria dos entusiastas do alemão. Com 9,3 milhões de estudantes do idioma, a região corresponde a 61% do total de alunos em todo o mundo, excluindo-se a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) – os países da antiga União Soviética.

Em seguida, vêm os Estados da CEI, com 3,1 milhões de alunos de alemão ou 20% do total mundial. Entretanto, na Rússia, o idioma vem perdendo popularidade, tendo o número de russos que aprendem alemão diminuído 30% desde 2010, para 1,5 milhão.

A maioria das pessoas estuda o idioma na escola – por volta de 88% de todos os que aprendem a língua mundo afora. Em segundo lugar, estão as universidades, que abrigam 8,6% dos alunos de alemão. O terceiro é ocupado pelo campo da educação de adultos, com 2,8% do total mundial.

Os Institutos Goethe espalhados pelo planeta abrigam 230 mil alunos, ou seja, 1,4% do total. Não foram incluídas no levantamento as pessoas que aprendem o idioma pela internet ou através de métodos de "e-learning", aprendizado eletrônico.

Como o inglês ocupa mundo afora o posto incontestável de primeira língua estrangeira, o aprendizado do alemão depende, principalmente, de que outra língua seja ensinada além do inglês. Por esse motivo, o Ministério alemão do Exterior pretende continuar incentivando o ensino de línguas nas escolas, como, por exemplo, com a iniciativa de parceria escolar Pasch. Fundada em 2008, a Pasch engloba uma rede de 1.800 escolas, que promovem o ensino do idioma alemão pelo mundo.

A ACG, tradicionalmente, oferece cursos de Alemão. Entre em contato e informe-se.

0 comentários:

Postar um comentário