Header image

Gastronomia na Oktoberfest

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 20 de setembro de 2015 Marcadores: , , , ,

Uma das maiores e mais tradicionais festas da cultura alemã, a Oktoberfest de Munique, é sempre destaque na Alemanha. Além da cerveja, a gastronomia é um dos pontos fortes do evento, que permite aos visitantes saborear a culinária típica do país, marcada por embutidos e carne suína. Que tal aproveitar a inspiração e preparar por aqui um desses pratos?

Segundo o chef Marcelo Schomer, do Bar do Alemão, a culinária alemã é, em parte, reflexo do clima da história do país. “A Alemanha passou por momentos complicados na história, de falta de alimentos, que fizeram com que tudo fosse aproveitado e, principalmente, conservado da melhor maneira possível. Foi quando surgiram salsichas, queijos, geleias e embutidos. A cozinha alemã não admite desperdícios e revela a necessidade de se alimentar com produtos muitas vezes considerados ‘pesados’, por conta dos invernos longos e rigorosos”, explica.

A carne suína é o prato do dia a dia do povo alemão. “Desde os tempos antigos, o porco sempre foi um recurso ideal de carne, com aproveitamento de todas as suas partes. O assado de porco é a refeição de domingo em muitas regiões da Alemanha”, diz Schomer.

O banqueteiro Guto Menezes ressalta que a carne suína é utilizada no preparo de salsichas — mais de 1,5 mil tipos. “E os embutidos feitos de carne bovina ou suína crua (curada ou defumada), gordura, ervas e temperos são alimentos práticos e duradouros que, no passado, eram ideais para a sobrevivência durante os longos invernos e os tempos difíceis de guerra e pós-guerra”, lembra. 

Menezes acrescenta que repolho, batatas, couve e aspargos brancos também marcam presença em inúmeros pratos. “A culinária alemã trazida pelos imigrantes ao Brasil é, na verdade, a cozinha de inverno, com pratos mais pesados, ricos em conservas. Mas os alemães também buscam um estilo de vida mais saudável, o que reflete na opção por refeições mais leves”, diz Menezes.

Temperos - Essas características justificam a presença de molhos e cozidos temperados para paladares fortes. Entre os temperos típicos alemães estão raiz-forte, pápricas doce e picante e uma grande diversidade de mostardas. De acordo com Menezes, a mostarda é, de fato, um tempero que não pode faltar na maioria das receitas alemãs. “Em sementes amarelas ou marrons ou em creme já pronto. Os alemães não dispensam seu sabor forte, que pode ser apimentado ou mesmo adocicado, com mel”, cita. A mescla de doce e salgado é outra marca dessa culinária, encontrada em carnes fortes misturadas a frutas como maçã, ameixa, cereja, morango e pera.

JOELHO DE PORCO

ingredientes
• 1 joelho de porco de aproximadamente 1,3 kg
• 200 g de bacon
• 250 ml de vinho branco
• 100 ml de óleo de girassol
• Alho, orégano, louro, noz-moscada e pimenta-do-reino a gosto

Cozinhe o joelho de porco com sal e os temperos por cerca de 6h. Depois de cozido, para pururucar, coloque óleo em uma panela e espere esquentar até começar a sair fumaça.
Coloque então a carne acondicionada sobre uma grade e com um tabuleiro por baixo. Com uma concha, vá jogando o óleo quente sobre a pele do joelho.
Sirva acompanhado de chucrute, purê de ervilha, batata souté, salsicha de vitela e cebola tirolesa.

SPÄTZLE

ingredientes
250 g de farinha de trigo
2 ovos
1 colher (chá) de sal
125 ml de água
Sal, pimenta-do-reino e noz-
-moscada a gosto
1 maço de salsa fresca
300 g de queijo muçarela

Misture todos os ingredientes e bata em punho por dez minutos até a massa criar bolas de ar. Deixe a massa descansar por 15 minutos. Para finalizar, use o aparelho de fazer spätzle (spätzle maker) e cozinhe em água fervente com sal. Depois que a massa ficar na superfície por três minutos, retire-a e resfrie-a em água fria com sal. Antes de servir, salteie na frigideira com um pouco de manteiga. Tempere com noz-moscada e acrescente o queijo muçarela e a salsa picada. Sirva quente como acompanhamento ou prato principal.

(Fonte: Tribuna de Araraquara)

0 comentários:

Postar um comentário