Header image

Bolsa Chanceler Alemão

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 13 de abril de 2014 Marcadores: ,

Todo ano, a Bolsa Chanceler Alemão para Futuros Líderes (Bundeskanzler-Stipendium für angehende Führungskräfte, no original em alemão), da Fundação Alexander von Humboldt, dá a 50 jovens profissionais de talento a oportunidade de passar um ano na Alemanha e implementar um projeto de sua escolha em cooperação com uma instituição-anfitriã do país.

Em 2014, podem se inscrever candidatos do Brasil, da Índia, da China, da Rússia e dos EUA. São selecionados até dez bolsistas de cada país, que podem vir de diferentes áreas, como política, negócios, mídia, administração pública, sociedade e cultura, e escolher uma organização anfitriã correspondente em sua estada na Alemanha.

De acordo com a fundação, a bolsa é direcionada a futuros formadores de opinião e tomadores de decisão com formação superior completa, que devem entrar em contato com outros futuros líderes internacionais na Alemanha e retornar aos seus países como intermediários entre culturas. O programa da bolsa tem o patrocínio da chanceler da República Federal da Alemanha.

Interessados devem fazer a inscrição até o dia 15 de setembro através do site http://www.humboldt-foundation.de/web/german-chancellor-fellowship.html. O programa tem início em 1º de outubro do ano seguinte. Os valores da bolsa podem ser de € 2.150, € 2.450 ou € 2.750 por mês, dependendo das qualificações do candidato, e ela também contempla recursos adicionais para deslocamento e seguro saúde, dentre outros benefícios.

A Fundação Alexander von Humboldt, existente desde 1860, é uma instituição sem fins lucrativos da República Federal da Alemanha, que tem como objetivo promover a cooperação internacional em pesquisa. Ela possibilita a pesquisadores de outros países fazer estadias de pesquisa na Alemanha e os assiste em manter os laços acadêmicos e culturais resultantes, além de oferecer bolsas para públicos-alvo (como a Bolsa Chanceler Alemão para Futuros Líderes).

(Fonte: Brasil Alemanha News)

0 comentários:

Postar um comentário