Header image

Dia Nacional do Fusca

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado terça-feira, 21 de janeiro de 2014 Marcadores: ,

O Brasil comemorou, nesta segunda-feira (20), o Dia Nacional do Fusca. Fabricado em território brasileiro a partir de 1959, o Volkswagen Sedan – este era seu nome oficial – logo tornou-se um modelo muito popular no País.

De acordo com a montadora, a combinação de baixo custo de aquisição e manutenção com uma resistência capaz de afrontar os caminhos e condições de uso mais difíceis transformou logo o pequeno Volkswagen em ponta de lança da motorização do Brasil.

"Mais de uma geração de motoristas brasileiros aprendeu a dirigir em um Fusca e optou por ele ao adquirir seu primeiro carro. Com mais de 3 milhões de unidades produzidas no Brasil, o Fusca hoje é um ícone nacional. Ao mesmo tempo em que exemplares bem conservados ou restaurados são disputados por colecionadores, dezenas de milhares continuam sendo usados no dia a dia como meio de transporte ou ferramenta de trabalho, seja nas grandes metrópoles, seja no interior do país", diz a Volkswagen em comunicado.

Embora seja nacionalmente conhecido pelo apelido Fusca, o carro também ganhou outras denominações de âmbito regional, como Fuca, no Rio Grande do Sul, e Fuqui, no Paraná. Ao redor do mundo, a semelhança do carro com um besouro levou à consagrada designação como Beetle.

Os primeiros Volkswagen Sedan, fabricados na Alemanha, chegaram ao Brasil em 1950. O carro começou a ser montado no País, com componentes importados, já em 1953, mas a produção nacional de fato começou em 1959, na primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha, em São Bernardo do Campo, onde seriam feitas mais de 3 milhões de unidades. A história do Fusca no Brasil tem uma particularidade: o retorno da fabricação em 1993, sete anos após sua paralisação, em 1986. A pedido do então presidente da República, Itamar Franco, o carro voltou a ser produzido, em uma versão movida exclusivamente a etanol, e parou de ser fabricado em 1996.

0 comentários:

Postar um comentário