Header image

200 Anos de Richard Wagner

Postado por ACG - Associação Cultural Gramado domingo, 19 de maio de 2013 Marcadores: ,

Com centenas de eventos e novas publicações, a Alemanha lembra o aniversário de 200 anos de nascimento de Richard Wagner, o genial compositor que reinventou a ópera ao criar o “Musikdrama” e foi um importante intelectual do século XIX, mas que, por outro lado, deixou uma herança maldita, devido ao seu antissemitismo e à ligação de sua música com o Nazismo. 

Os pontos altos das comemorações do jubileu estão em Leipzig, a cidade onde o compositor nasceu, no dia 22 de maio de 1813 (ele morreu em 1883, em Veneza), e em Dresden, Eisenach, Graupa e Bayreuth, onde ele viveu e criou sua obra. Mas Bayreuth, a cidade onde Wagner se imortalizou com um teatro próprio e um festival em que são apresentadas somente óperas suas, parece não ter se preparado bem para o jubileu. Já as cidades onde o jovem Wagner viveu e realizou suas primeiras composições fizeram uma competição de eventos, cada uma tentando superar a vizinha. Só Leipzig terá, ao longo do ano, 150 eventos, a começar com a tetralogia do “Anel” para crianças. 

Idolatrado em toda a Alemanha até 1945, Wagner passou a ser visto com reservas após a guerra em algumas cidades, como Leipzig, Dresden, Eisenach e Graupa, na Saxônia, que ficavam até 1989 na Alemanha comunista (RDA). Só com a reunificação, as cidades começaram a assumir com mais convicção sua herança de Wagner. 

Reunida novamente com sua história, o ponto alto em Leipzig será o festival Richard Wagner, em maio. Além da obra mais famosa, serão apresentadas também as iniciais, que o próprio compositor de preferência teria esquecido — por isso, elas nunca são vistas em Bayreuth: “Rienzi” e “As fadas”. Completando as homenagens na Saxônia, Graupa, onde Wagner compôs “Lohengrin”, em 1846, exibe uma mostra na Casa Lohengrin, durante todo o ano.

(Fontes: DW / G1 / Folha de SP)

0 comentários:

Postar um comentário